Carregando..
Rede Cidadã: mais de 95.433 pessoas inseridas no mundo do trabalho. Certificada Cebas.
Rede Cidadã Rede Cidadã 18 anos, Brasil, Argentina, Colômbia, Peru, México, EUA

Rede Cidadã - Voluntariado na Rede Cidadã

_ Notícias

Voluntariado na Rede Cidadã

24 maio 2013
Voluntariado na Rede Cidadã
Vida e Trabalho - Um Só Valor

Vida e Trabalho – Um Só Valor

 

Roberto Rocha, 44 anos, é administrador de empresas, especialista em gestão de negócios e marketing. À frente da RGR Consultores Associados, atua com consultoria e palestras nas áreas recursos humanos, vendas, liderança e motivação. Conhecimento e experiência que decidiu compartilhar em sua atuação como voluntário na Rede Cidadã. Roberto capacita jovens para o mercado de trabalho por meio das OPPs – Orientação Profissional Prática. A história dele é exemplo de empreendedorismo, empenho e dedicação à Vida e Trabalho.

 

RC – Fale sobre a sua experiência como voluntário na Rede Cidadã

 

É o “trabalho” mais prazeroso que faço. Ministro palestras pelo Brasil inteiro e sou remunerado por isso.  Na Rede Cidadã, a remuneração que recebo é de longe, a melhor de todas. Outro dia fiz uma Orientação Profissional Prática de 3 dias  . Ofereci a um  garoto muito inteligente, que havia faltado, repassar todo o conteúdo. Ele topou. O menino, de 16 anos, me agradeceu entusiasmadamente. Está trabalhando, estudando e feliz da vida. Qual o valor dessa experiência? Para mim, simplesmente, não o há dinheiro que pague.

 

RC – Nos conte um pouco sobre sua experiência profissional…

 

Comecei minha vida profissional como Office-boy em um Escritório de Contabilidade em 1987. Em três anos de trabalho fui promovido a gerente administrativo. Em 1997 já havia montado meu próprio negócio, um escritório de representação.

Em julho de 2008, após tantas empresas representadas e viagens pela região sudeste, tive dois aneurismas, uma isquemia cerebral e 20 dias de internação em uma UTI. Decidi tirar seis meses de férias para curtir meus filhos e tomar um novo rumo na minha vida profissional. Então, fundei a RGR Consultores Associados s/c ltda  (www.rgrconsultores.com.br).

 

RC – Como despertou para o voluntariado?

Nasci em Jordânia, uma pequena cidade na região do Vale do Jequitinhonha (MG). Vivi e vi a pobreza de perto, perdi amigos de infância por causa de uma desigualdade social descomunal que imperava e impera até hoje no Brasil. Mais tarde, eu e um grupo de amigos fundamos uma associação para arrecadar donativos  para famílias carentes de Belo Horizonte e do Vale do Jequitinhonha.

Despertei-me para o voluntariado porque acredito nas pessoas.  Acredito que uma andorinha sozinha pode não fazer verão, mas pode iniciar e outras se juntarão. Parafraseando o Martin Luther King, eu tenho um sonho. O sonho de ver o povo do Brasil com sem tantas desigualdades sociais.

 

RC – Ser voluntário é…

Realização pessoal. Saber que podemos mais:  que podemos ajudar a mudar o nosso país, ou mesmo o mundo, a ser um lugar melhor.