Notícias

Veja porque ficamos entre as ONGs top 500

04/07/2016

A Rede Cidadã foi reconhecida pela NGO Advisor como uma das ONGs top 500 do mundo, ocupando a 124º colocação no ranking. Agora a NGO Advisor publicou também seu parecer a respeito da nossa organização. Veja abaixo:

“A Rede Cidadã é parte da nova geração de ONGs brasileiras que abandonaram as abordagens tradicionais das organizações não governamentais a fim de criar maneiras originais e eficientes de mudar vidas. Fundada em 2002 em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, a Rede Cidadã criou, possivelmente sem saber, um modelo que pode ser replicado em todo o mundo. Ao contrário de muitos modelos de ONGs que foram criadas em ambientes rurais desfavorecidos, longe da confusão política das cidades, a Rede Cidadã desenhou seu modelo – uma verdadeira rede social – para as complexas e multiculturais áreas urbanas do Brasil nas quais foi fundada.

Com o significado de “rede cidadã”, a organização visa trazer para os empregos e o mercado de trabalho valores de cidadania e autonomia. Enquanto a Rede Cidadã trabalha principalmente na geração de trabalho para pessoas de baixa renda, eles não criam apenas “trabalhos” e “funcionários”. Ao invés disso, eles mesclam desenvolvimento técnico, profissional, social e pessoal dentro de um programa apenas. Para essa ONG, o trabalho deve permitir às pessoas serem verdadeiros cidadãos, serem protagonistas de suas próprias histórias de vida. O trabalho em rede da organização dá aos cidadãos ferramentas e liberdade para mudarem suas vidas, se desenvolverem como seres humanos e adaptarem seus sonhos aos limites do mercado de trabalho. A rede encoraja pessoas de todos os setores da sociedade a se conectarem à mudança social por meio do trabalho.

A Rede Cidadã já apoiou mais de 55 mil pessoas a encontrarem empregos com significados, um cidadão de cada vez.”

A NGO Advisor (antiga Global Geneva) é uma organização de mídia independente com sede em Genebra, na Suiça, comprometida com o destaque e a credibilidade do setor sem fins lucrativos. Dentre os 165 critérios avaliados por ela para que uma ONG entre para o top 500, são observados três pilares de interesse: impacto, inovação e governança. A transparência das ações de cada organização é também um fator importante para sua avaliação.

O NGO Advisor serve de pesquisa para investidores e jornalistas e organiza, anualmente, esse rankeamento. A Rede Cidadã passou a ocupar a 124ª colocação no ranking de 2016, já em sua primeira tentativa.


VOLTAR AO TOPO