Notícias

Start faz acompanhamento pós-programa

22/10/2019

Mesmo após o final da edição 2019 do programa Start em Belo Horizonte (MG), a Rede Cidadã segue com um trabalho de acompanhamento dos participantes. Foi montado um grupo focal com o objetivo de ouvir dos jovens sua percepção sobre a formação, a estrutura e a equipe do programa.

O grupo focal contou com a participação de oito jovens, dos quais cinco já foram contratados diretamente pela Accenture, financiadora do Start. O encontro foi realizado no dia 3/10 em dois momentos, um pela manhã e outro à tarde. A intenção foi também promover o contato entre os jovens que já passaram pelo Start e os jovens em formação do Start LATAM, em ambas as turmas que hoje estão sediadas no pólo do UAITecs.

Os jovens chegavam desde nostálgicos e saudosos até muito realizados e felizes. Além disso, eles destacavam o quanto estavam lisonjeados por terem sido convidados para aquele momento e experiência. “Isto superou as nossas expectativas sobre o quanto a realização desta atividade lhes atrairia a atenção e o interesse”, conta Lina Raquel Marinho, da Rede Cidadã. “Descobrimos o quanto eles se sentiram acolhidos e o quanto gostariam de seguir sendo ouvidos, assim como o tanto quanto se identificam profundamente com o projeto.”

Ao longo das atividades, os participantes deixaram suas impressões sobre a experiência de empregabilidade: bem-sucedida, cheia de aprendizados, humana, acolhedora, realizadora, cheia de novas experiências. Sobre o curso, reforçaram a ideia de que o BPO é mesmo de imensa diferenciação no currículo deles. E que a certificação nesta área chama muito a atenção das empresas interessadas em contratações.

Sobre a plataforma digital utilizada, foram só elogios: ela os introduziu, reciclou e expandiu no quesito plataformas digitais de aprendizagem. E sobre o ambiente atual do Start LATAM ficaram absolutamente encantados, sentiram-se apresentados a um equipamento de uso público e, portanto, incentivados e acolhidos enquanto vida comum de direitos e possibilidades e facilidades.

Os depoimentos foram muito positivos. “Foi a melhor experiência que eu tive, agregou muitas coisas na minha vida, tanto pessoal quanto profissional.” “Foi uma ótima experiência, tive uma excelente capacitação, aprendi diversas coisas, formei caráter.” “Uma das melhores experiências da minha vida.” “Além da oportunidade de aprendizado, é também um agente de transformação social.”

E, como sempre é possível melhorar, recebemos algumas sugestões: que possamos tornar ainda mais abrangente e acessível a divulgação do projeto na fase de inscrição; que devemos trabalhar ainda mais as oportunidades de diálogo dos e com os jovens; que haja mais horas das vivências e experiências de desenvolvimento sociocomportamental.


VOLTAR AO TOPO