Notícias

Rede Cidadã presente nos conselhos

14/02/2019

Não é nenhuma novidade que a Rede Cidadã acredita no trabalho como fonte de vida e condição básica para as pessoas se tornarem sujeitos de sua história e alcançarem sua autonomia, direitos e cidadania. Nossa organização foi alicerçada no entendimento de que vida e trabalho são um só valor. E nossa trajetória foi mostrando que poderíamos atuar em frentes além da oferta de formação para o desenvolvimento profissional e sociocomportamental.

Assim, nossas equipes foram se fazendo presentes nos conselhos de defesa de direitos dos públicos atendidos pela Rede Cidadã. As equipes de todas as nossas unidades participam das plenárias e atualmente há nove conselhos com assentos ocupados por colaboradoxs da Rede Cidadã. Um deles, inclusive, tem como presidente Cláudia Martinha, Coordenadora da Rede Cidadã em Ouro Preto.

O que se pretende com essa movimentação é participar cada vez mais ativamente da criação e defesa de políticas públicas voltadas para os públicos que atendemos. “Toda organização social trabalha com um recorte de público em situação de vulnerabilidade”, explica Fernanda Matos, da equipe de Relacionamento com o Poder Público. “Esse recorte é definido pelos conselhos de direito, como os Conselhos Municipais de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselhos do Idoso etc. Quando a Rede Cidadã participa desses espaços ela está próxima das demandas sociais e da criação de políticas públicas que irão melhorar a vida dessas pessoas.”

E não é apenas nossa equipe que interage com os conselhos. Os jovens são estimulados a participar ativamente desses espaços de construção de políticas públicas, familiarizando-se desde cedo com este meio de exercitar sua cidadania.

Um exemplo são os nossos jovens de Brumadinho (MG), que participaram de uma palestra sobre Gestão de Negócios e Empreendedorismo ministrada pela Petrobras. O convite partiu do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, em um reconhecimento ao trabalho que a Rede vem executando naquela cidade. “Na palestra pude ampliar meus conhecimentos sobre gestão de negócios e empreendedorismo, e percebi que nós, jovens, temos um papel muito importante na sociedade, sendo uma voz ativa, um diferencial”, conta Luana, aprendiz na Patogê Indústria e Comércio S/A, que despertou para aprendizados que foram muito além do conhecimento técnico. “O desenvolvimento pessoal em equilíbrio, a persistência em ideais de valorização da defesa da vida e de valores imortais como a liberdade, a solidariedade e a fé são fundamentais para mudar o mundo ao nosso redor. A vida é feita de escolhas. São vários caminhos para escolher, várias possibilidades para materializar, um objetivo a alcançar e uma vida plena como cidadã e agente proativa no mundo.”


VOLTAR AO TOPO