Notícias

Programa de inclusão forma aprendizes em Juiz de Fora (MG)

15/05/2018

A Rede Cidadã acredita no potencial das pessoas com deficiência.

Em abril, uma turma muito especial formou-se no Programa de Aprendizagem Profissional da Rede Cidadã em Juiz de Fora (MG). Foram 17 pessoas em condição de sofrimento mental (depressão, ansiedade, somatização, entre outros distúrbios), que após meses de dedicação conquistaram não apenas um diploma, mas uma nova autoimagem e perspectiva de futuro.

Participaram da cerimônia de conclusão cerca de 40 pessoas, entre formandos, familiares e representantes das empresas que contrataram os aprendizes (Supermercado Bahamas, Scarpinelli Produtora e Distribuidora de Frutas e ABC da Construção) e de outros parceiros, como Centro de Apoio Psicossocial – CAPS, além do auditor fiscal do trabalho José Tadeu de Medeiros Lima. O curso foi fruto de uma parceria entre a Rede Cidadã, o Ministério do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho.

“Esse curso foi muito importante para mim, pois eu achava que nunca mais iria conseguir trabalhar de novo”, conta a aprendiz Maria José de Almeida. “Achei que iria ficar dependente dos outros a vida toda, porque minha CID* não dá direito a aposentadoria. A Rede Cidadã fez um excelente trabalho e torço para que ela continue a fazer, para recuperar muitas pessoas.”

“A proposta desse projeto representou um grande passo na inclusão financeira e social dos atendidos”, explica Diego Santos, Coordenador da Rede Cidadã em Juiz de Fora. ”Os que antes enfrentavam preconceitos e falta de opções de engajamento em atividades sociais, encontraram na Rede Cidadã o acompanhamento e o suporte necessários para a convivência em comunidade e a formação para o mundo do trabalho”. Esta é mais uma prova do poder do trabalho para promover a dignidade humana e proporcionar uma vida plena de realizações e significado.

*Classificação Internacional de Doenças

 

 


VOLTAR AO TOPO