Notícias

Aprendizes de Salvador recebem Prêmio Sabiá-laranjeira de sustentabilidade

17/12/2018

Evento promovido pela Plataforma Liderança Sustentável reuniu 400 pessoas no Teatro FECAP, em São Paulo (SP)

A Rede Cidadã participou de um momento ímpar proporcionado pela Plataforma Liderança Sustentável, no dia 29 de novembro, durante o evento CEO com Propósito. Lágrimas, aplausos e emoções acompanharam depoimentos que tinham um único foco: pessoas. Inovar para a diversidade e melhorar a vida das pessoas. Conhecer histórias de quem rompeu barreiras impostas pelo preconceito e aprender com quem assume o tema como causa a ser defendida.

E nossa organização, parceira da consultoria Ideia Sustentável (que promove o evento), esteve muito bem representada na ocasião pelo aprendiz Carlos Mendes e pelo educador social Paulo Jabaly, de Salvador (BA). Eles foram receber o Prêmio Sabiá-laranjeira, conquistado com a proposta do Clube de Empoderamento Feminino – CLEF, escolhido na edição 2018 do Prêmio Jovem Aprendiz Sustentável (relembre o projeto na edição de novembro do Teia).

“Sensacional! Esta é a palavra que define esse projeto desde o início”, conta Carlos Mendes, que foi a São Paulo representar a equipe vencedora. “Todo mundo se empenhou, entrou de cabeça e ainda que a gente não tivesse ganho o prêmio, pra mim já valeria. Mas tendo vencido e ido a São Paulo, vendo a dimensão do evento e do nosso feito, fico ainda mais orgulhoso e feliz por tudo o que todo mundo fez.”

Diversidade de depoimentos, celebração das diferenças

Um ponto chave do evento foi a mistura entre os depoimentos de CEOs. Presidentes de grandes companhias, como Coca Cola, C&A e Itaú Unibanco, dividiram o palco com os representantes da Rede Cidadã e líderes de outras organizações, que também estão se destacando na busca por mais inclusão.

“O Jovem Aprendiz Sustentável 2018 fugiu da ideia de fazer apenas projetos focados na questão ambiental”, explica Paulo Jabaly. “Quisemos focar na sustentabilidade da diversidade no ambiente organizacional. Foi aí que surgiu a ideia do CLEF, com foco no em pessoas do gênero feminino que estão tendo sua primeira oportunidade de trabalho. O projeto tem três pilares: a conscientização das participantes, a integração entre elas e o suporte, que pode ser dado por assistentes sociais e psicólogas.”

É muito bom fazer parte de um evento que cumpre seu propósito de não ser “mais do mesmo” e contribui para a formação de líderes e na discussão sobre ambientes de trabalho mais diversos, que respeitem seus consumidores e colaboradores.


VOLTAR AO TOPO