Perguntas frequentes

1 – O que significa ser um jovem aprendiz?

Ser um jovem aprendiz significa ter a chance de iniciar sua vida profissional de forma adequada, fazendo uma transição suave e saudável do mundo escolar para o mundo do trabalho. Um jovem aprendiz é alguém que está estudando ou que já finalizou o Ensino Médio, mas ainda não tem experiência profissional.
Por meio do Programa de Aprendizagem Profissional da Rede Cidadã, o aprendiz é preparado para começar a trabalhar, em uma carga horária que não atrapalha seus estudos e sob supervisão de pessoas experientes, tanto da Rede Cidadã, quanto da empresa que o contratar. É um ótimo jeito de começar a trabalhar!

2 – O que é Aprendizagem?

É uma relação de trabalho especial, prevista em lei, que tem como objetivo principal iniciar o jovem ainda inexperiente no exercício de uma ou mais funções. Trata-se de um processo de formação profissional técnica que dura até 16 meses.
Além disso, aqui na Rede Cidadã o aprendiz também passa por um processo de desenvolvimento comportamental, por meio de atividades que promovem o autoconhecimento e a inteligência emocional. Nós entendemos que antes de sermos profissionais, somos seres humanos, que precisam cuidar-se por inteiro para termos sucesso na vida.

3 – Quem pode ser um jovem aprendiz?

A Rede Cidadã recebe em seu Programa de Aprendizagem Profissional jovens de 16 a 22 anos. Pessoas com deficiência podem participar do Programa sem limite de idade.

4 – Ao final do Programa, o aprendiz recebe um certificado de conclusão?

Sim, ao concluir o Programa, o aprendiz recebe seu certificado de qualificação profissional, conforme previsto em lei (art. 430, § 2.º, da CLT).

5 – O aprendiz tem direito a vale-transporte?

Sim, o aprendiz tem direito a vale-transporte para se deslocar de casa até o local de sua formação prática e teórica e, ao final delas, de volta para casa. (art. 27 do Decreto nº 5.598/05).

6 – Qual é a jornada de trabalho permitida para o aprendiz?

De acordo com a lei, o aprendiz pode ter jornada diária de no máximo 6 horas, para os que ainda não concluíram o Ensino Fundamental, incluindo as horas destinadas às atividades teóricas e práticas (art. 432, caput, da CLT);
Os que concluíram o Ensino Fundamental podem ter jornada de 8 horas diárias, no máximo, entre atividades teóricas e práticas (art. 432, § 1º. da CLT).

7 – Quais descontos são permitidos no salário do aprendiz?

De acordo com lei, são permitidos os seguintes descontos:
INSS – empregado 8%;
Falta injustificada;
Vale-transporte – até 6%;
Participação em vale alimentação, refeição e convênio médico e ontológico, quando o aprendiz concordar com tais descontos para receber os benefícios;
Desconto de adiantamentos resultantes de dispositivos de lei ou de contrato coletivo;
Descontos de contribuições sindicais.

8 – O aprendiz tem direito de receber seguro desemprego?

O jovem aprendiz tem direito de receber seguro desemprego apenas se for desligado por encerramento das atividades da empresa cumpridora da cota ou por morte do empregador individual associada aos requisitos das normas do seguro desemprego.

9 – Como faço para entrar no Programa de Aprendizagem Profissional da Rede Cidadã?

Clique aqui e veja em nosso site se há uma unidade da Rede Cidadã perto de você. Em caso afirmativo, entre em contato com nossa equipe para mais informações.


VOLTAR AO TOPO