Chega a época de declarar o Imposto de Renda (RI) e as dúvidas em relação ao preenchimento e pagamento à Receita Federal acompanham os brasileiros. Entre elas está o fato de que, poucas pessoas sabem, desde 2013 é possível encaminhar parte do IR para o financiamento de projetos sociais.

E em 2018, a Rede Cidadã conseguiu aprovação para captar recursos de IR para três projetos, de três estados diferentes:

1. Conexão Famílias
CONDECA São Paulo

Cidades: São Paulo e Campinas.

2. Jovem Legal
CEDCA Ceará

Cidade: Fortaleza.

3. Famílias em Rede
CMDCA Minas Gerais

Cidade: Belo Horizonte.

Mais do que ajudar o próximo, quem realiza essa doação também tem a segurança de saber onde seu dinheiro está sendo investido e de acompanhar o retorno que está dando aos beneficiados. É muito bom saber que o imposto que a gente paga está sendo aplicado em ações que realmente transformam vidas, não é verdade? E nós, que fazemos parte da Rede Cidadã, conhecemos melhor do que ninguém o poder transformador de nossos projetos.

Porém, para conseguirmos os recursos necessários para a execução desses projetos temos que contar com o apoio de todos. Sendo assim, estamos convocando você para ser um(a) mobilizador de pessoas que vão aderir à causa da Rede Cidadã, destinando parte de seu IR para os três projetos aptos a recebê-lo. Mas atenção: a destinação deve ser feita até o dia 28 de dezembro de 2018!

Então não perca tempo e conte para sua família e amigos que é possível investir em um projeto social verdadeiramente transformador, sem gastar nenhum centavo a mais do seu orçamento com isso. “Hoje os recursos do Poder Público são uma fonte existente para os projetos da Empregabilidade”, explica Tatiana Carvalho, gerente da área. “A Rede Sênior, por exemplo, é sustentada hoje por um recurso da Prefeitura de Belo Horizonte conquistado via Fundo do Idoso. Ano passado conseguimos executar o Jovens Profissionais do Futuro com recursos do Fundo da Infância e Adolescência. Então é um recurso que está disponível, mas que necessita do engajamento de todos para ser divulgado e conquistado.”

Vamos juntos fazer do leão do Imposto de Renda nosso amigo.

Doação direta para Organização Social

Segundo as Leis nº 13.019/14 e 13.204/15, as empresas podem doar até 2% de sua receita bruta para fins de dedução de imposto de renda, nas seguintes condições: 1. As doações só podem ser realizadas por empresas tributadas com base no lucro real, e assim poderão ser deduzidas do seu lucro operacional, obedecendo ao limite percentual previsto na legislação. | 2. Ao realizar as doações, com base no Art. 13 da Lei nº 9.249/95, tais empresas podem registrar o valor doado como despesa, reduzindo, assim, a base de cálculo, e consequentemente o valor que iria pagar de Imposto de Renda – IR e de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL.

doe agora!

Destinação de Imposto de Renda via Fundos da Criança e do Adolescente

As doações podem ser realizadas dentro do ano de referência (até 28/12/2018, último dia de expediente bancário do ano) e a declaração da doação vai ocorrer no ano seguinte, de 1º de março a a 30 de abril na declaração do imposto de renda. Seja o elo dessa Rede. Clique e saiba mais. Pessoa Física: Pode doar até 6% do IRPF devido com base no valor do ano passado. Pessoa jurídica: Pode doar até 1% do IRPJ devido no lucro real. O comprovante do depósito deve ser enviado para fernandamatos@redecidada.org.br, com os dados do doador: RG, CPF e endereço. (Nos meses de janeiro e fevereiro de 2019 o doador receberá o recibo (comprobatório da destinação de Imposto de Renda) e assim ocorrerá a dedução.)

doe agora!

VOLTAR AO TOPO